Press "Enter" to skip to content

PodNext #64 – De Bolso Lavado

Nesse episódio, os hosts JP Miguel, Gustavo Rebello e Isabela Fontanella tentam entender os métodos de lavagem de dinheiro. Teve ainda: história de pescador, terras Yanomami e muito mais.

BORA PRO PROGRAMA!

Edição: ATHELAS Soluções em Áudio para Podcasts

Gostaria de receber nteúdo exclusivo adicional? Clique na imagem e cheque nossa opção de comunidade no SPARKLE!

3 Comments

  1. Omilson Omilson

    Só uma coisa. Se a transmissão ocorre de 7 a 14 dias depois que a pessoa pega covid e é quando aparece os sintomas, os infectados ou pegaram antes ou foi durante as eliminatórios.
    Sou contra a Copa America, mas tem uma galera, em especial uma rede de tv, que falou mal da Copa America, mas apoiou as eliminatórios.
    Claro que vai ter mais casos, mas esses de agora ainda tem outra mãe.

  2. Isabela Fontanella Isabela Fontanella

    Oi Omilson, Isa aqui: os primeiros casos da seleção da Bolívia foram registrados antes da Copa América – isto é, contaminação nas eliminatórias.

    A questão da Copa América em si é que há uma circulação maior de pessoas pelo Brasil e menores intervalos entre os jogos, enquanto nas eliminatórias fica mais contido – 2 times, 1 cidade por rodada.

    A ideia é que uma pessoa contaminada leva alguns dias para ter sintomas/ser diagnosticada e com isso contamina mais gente num esquema de Copa do que de eliminatórias.

  3. Omilson Tavares Omilson Tavares

    Também são bestas as seleções que aceitam vir para o Brasil jogar, pois o que os exames provam é que o Brasil é um risco para eles, já que a maioria dos positivos tem ocorrido nos brasileiros que estão dando suporte as seleções.
    Futebol internacional na América do Sul é uma loucura, se fôssemos contra tudo talvez conseguiria parar as competições.
    E não adianta falar mal e depois assistir, até pq só jogam pq sabem que as pessoas vão ligar a televisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *